fbpx
vento levando avião de papel

 

 

 

Que história é essa de 25%??? Eu sou dona da minha vida e quem manda nela sou eu!!!

 

Bom, você pode até pensar assim e eu te confesso que eu também pensava assim até bem pouco tempo atrás…Mas, na verdade nossos padrões e comportamentos são muito mais complexos do que poderíamos imaginar!

 

 

Que história é essa de 25%?

 

Vamos lá… Nossas crenças são programas herdados dos nossos ancestrais. Segundo a Neurociência, nós herdamos 25% do que somos do nosso pai, 25% da nossa mãe e 25% diz respeito ao ecossistema em que fomos criados, filosofia, religião, entre outros. Bom, sendo assim, nos sobra apenas 25% para nós mesmos.

 

 

Crenças do Nível Genético

A epigenética vem demonstrando que aquilo que pensamos e sentimos altera nosso DNA através do campo morfogenético (a coisa está complicando) e essas alterações são passadas para gerações futuras.

O mesmo ocorreu com nossos ancestrais e muito do que você acredita pode não ser uma escolha consciente, mas sim, uma herança genética de gerações passadas do que eles viram, ouviram e sentiram que se instalaram nas células e foram passadas para você, assim como suas características físicas herdadas geneticamente.

 

O que diz a Bíblia

 

Pois é, saindo da ciência para a religião, encontramos na Bíblia referencia a herança maldita. Geralmente a referência bíblica mais utilizada para defender essa ideia de maldição hereditária é um texto registrado no capítulo 20 do livro de Êxodo, onde lemos:

 

“Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.”
(Êxodo 20:5)

 

Trocando em miúdos

 

Tanto a Bíblia, quanto a ciência querem dizer que nós, meros mortais já nascemos com boa parte da nossa predisposição formada com relação à crenças e comportamentos. Nossa herança genética e cultural representa uma grande parte do que somos.

Você sabe quais são as suas heranças?

 

Sabemos que o DNA armazena nossos genes, sendo o responsável por você ter o nariz idêntico ao da sua mãe e os olhos castanhos do seu avô.

 

Mas e em relação ao comportamento e à forma de enxergar a vida, o quanto você percebe essa herança? E os hábitos e crenças sobre o dinheiro, relacionamentos, sucesso, beleza, valores: será que você herdou muito ou pouco deles?

 

 

Crenças

Você enxerga o dinheiro como algo complicado e estressante? Talvez você pense assim porque cresceu vendo seus pais com dificuldades financeiras, por exemplo.

A maior parte das nossas crenças financeiras é formada na infância e, mesmo que os seus pais nunca tenham falado de dinheiro com você, tudo o que você ouviu e viu que tenha o assunto “dinheiro” envolvido foi absorvido nesses primeiros anos de vida.

 

Independentemente de você ter crescido com muito ou com pouco, sua visão será despertada à medida que, na sua infância, você viu seus pais, seus tios e seus avós se relacionando bem ou mal com os recursos financeiros.

Mas lembre-se: seus pais também já foram crianças e desenvolveram as crenças deles observando os mais velhos.

 

E os 25%?

 

Vamos voltar aos 25%. Sim já foi dito, 75% da nossa formação vem da nossa Herança e não podemos fazer nada quanto a isso. Não podemos mudar a história, nem a família onde nascemos, mas podemos sim, mudar o que fazer com tudo isso.

 

Sim, 25% diz respeito a apenas você! O que você está fazendo com os seus 25%? Vai continuar se lamentando como vítima de uma situação que não pode mudar ou vai assumir a posição de comandante e começar a tomar as rédeas das suas ações?

 

Autoconhecimento é TUDO!!!

 

Lá vem você com essa ladainha de Autoconhecimento!

 

É verdade, para toda mudança significativa, precisamos primeiramente focar no autoconhecimento, sem ele é impossível compreender as causas do que nos acontece e também de nossas ações.

 

Comece entendendo a origem de seus pensamentos, crenças e comportamentos. Se parecem mais com sua mãe ou seu pai? Entenda quando esses comportamentos / sentimentos costumam aparecer. Descreva o padrão.

 

Agora que você visualizou seus comportamentos e pensamentos, reflita: Quais são as suas reações diante desses comportamentos / sentimentos / emoções?

 

Lembra da regra 90/10?

 

A regra 90/10 existe para nos lembrar que 10% do que ocorre com a gente diz respeito ao fato em si, ao qual temos controle. Já os demais 90% são relacionados a nossa reação diante de tal fato.

 

Não vou dar uma de matemática aqui, até porque este artigo não é para isso. Mas voltando aos nossos 25%… Então, se apenas 25% do meu comportamento vem exclusivamente de mim e existe a regra 90/10, quer dizer que esses 25% correspondem a como eu reajo diante de tudo o que acontece comigo e isso é o que realmente importa, está nos meus 90%, já os outros 75% fazem parte dos 10% que eu não controlo.

 

Em resumo, só você é capaz de tornar os seus 25% de fato responsáveis pelos 90% que realmente têm relevância nos seus resultados.

 

Ficou complicado??? Veja mais conteúdos no site Empreenda Consultoria ou venha para o meu grupo VIP Preparando XXI e tenha acesso a esse e outros materiais. Lá eu te explico melhor!

 

 

Gostou desse artigo? Curta, compartilha com os amigos!

 

Te vejo na próxima semana.

 

Tais F. Gaspar de Araújo

Master Coach, Consultora e Treinadora

Empreenda Consultoria

 

Quem sou eu:

Apaixonada pelo espírito empreendedor que contribui para o desenvolvimento do país.

Em 2005, Taís fundou a Empreenda Consultoria, empresa especializada em Consultoria e treinamento empresarial, realizando trabalhos nas áreas de Desenvolvimento Organizacional, Desenvolvimento Humano, Coaching, Planejamento Empresarial e Elaboração de Projetos de financiamento.

Master Coach, Consultora e treinadora de líderes empreendedores.

Formada em Administração e especialista em Gestão Estratégica e qualidade.

Há 18 anos atuando junto à empresários de micro e pequenas empresas na busca do crescimento do negócio e desenvolvimento organizacional, pessoal e social.

 

Visite o perfil @taisgasparcoach

 

Iniciar conversa
Entre em contato conosco
Olá,
como posso te ajudar?