Foco no produto ou no cliente?

Onde e como está o foco do seu negócio?

 

Muito já foi dito sobre a grande crise econômica advinda do COVID-19 e a grande necessidade de isolamento social nesta fase aguda do problema, absolutamente essencial para se evitar o aumento da contaminação ponto. O choque para os negócios é inédito e faltam parâmetros para se identificar as consequências na economia.

 

Problemas para a economia

 

Dados dos últimos meses mostram quedas da ordem de 80% contra o mesmo período do ano passado em diversos segmentos de atividade. É claro que alguns segmentos acabam por se sair melhor, como o agronegócio, varejo farmacêutico e de supermercados e e-commerce, especialmente de produtos mais básicos. Mas, certamente, não conseguem contrabalançar o forte efeito que se vê nos demais setores da economia. Vale dizer que, de certa forma, estávamos saindo ainda da crise de 2015/2016, com diversas empresas ainda em recuperação depois de anos de crescimento baixo e ainda pagando as dívidas feitas na saída daquela recessão. Muitas empresas foram pegas ainda enfraquecidas nessa crise.

 

Essa forte queda no nível de atividade tem feito o governo agir corretamente com as políticas fiscal e monetária. Em que pese atrasos normais nos pagamentos e na logística de entrega de recursos para as pessoas na economia informal, o sentido das medidas é positivo.

 

Inovação é a palavra

 

Mas só medidas externas não são suficientes para salvar um negócio, a mudança precisa vir de dentro para fora. As empresas precisam se adaptar a nova realidade e estar prontas para o que ainda estar por vir. O fato é que não é mais possível pensar na sobrevivência de empresas que não se digitalizaram e mudaram a forma de relacionar com os clientes.

 

Onde está o foco do seu negócio?

 

O primeiro ponto a ser avaliado é onde está o foco do negócio? No produto, ou no cliente?

 

A grande mudança de paradigma para se manter no mercado é que o foco do negócio tem que estar no cliente.

 

Por que focar no cliente?

 

Entenda que os clientes são os mais valiosos ativos do seu negócio. Você gastou dinheiro para atraí-los, eles experimentaram o que você tem para oferecer e agora você deve se disponibilizar a escutar o que eles têm a dizer sobre o seu negócio.

 

Quando tiramos a atenção do produto e colocamos a atenção no cliente, percebendo suas reais necessidades, problemas e anseios, temos a condição de oferecer o produto certo para a pessoa certa. Isso gera uma maior satisfação com aquilo que lhe foi oferecido, o que faz com o quê o seu negócio seja lembrado mais vezes.

 

A paixão pode acabar com o seu negócio

 

Acontece, que alguns empreendedores são tão apaixonados pelo seu produto e pelo seu negócio que esquece que toda empresa existe para resolver dores e problemas de alguém. Esse alguém, o cliente, é que mantém a sobrevivência da organização. Quando mantemos o foco no produto, deixamos de perceber às necessidades do cliente e acabamos parando no tempo.

 

Estamos sim vivendo em um cenário de incertezas, mas as empresas que não se forem capazes de se adaptar a essa nova realidade fatalmente morrerão.

 

Confira algumas dicas para reinventar o negócio para um novo tempo:

 

  1. Antecipe-se

 

Esteja preparado, análise cenário externo e conheça a fundo o seu ambiente interno. Quanto mais você conhecer o seu negócio, estiver preparado para o futuro, mais confortável você estará para atravessar tempos de turbulência.

 

 

  1. Entenda seu público

 

Compreender o que o público deseja é elementos chave para você definir como vai levar a frente o seu processo de evolução. Os processos de mudança precisam ser conduzidos, antes de tudo, com base nas expectativas do seu cliente. Mantendo um bom canal de comunicação, é possível descobrir o que seus clientes querem que você passe a oferecer ou, simplesmente, que você se diferencie não seguindo a multidão.

 

Um bom exemplo para o momento é o segmento de bares e restaurantes que se reinventaram e passaram oferecer diversas opções tanto de delivery, como também de faça você mesmo e assim estão reconstruindo uma história de relacionamento com o cliente.

 

  1. Não tema as mudanças

 

Muitos empreendedores resistem às transformações por puro medo do novo. Medo de fazer diferente não dar certo, medo de que o novo será só uma onda passageira. E, para enfrentar esse temor, nada mais eficiente do que se preparar.

 

Invista em você antes de tudo

 

Capacite-se cada vez mais e treine sua equipe de forma profunda e focada, não só as incompetências técnicas, mas fundamentalmente, esteja atento as competências comportamentais e atitudinais que a equipe precisa ter para atender clientes cada vez mais exigentes e informados.

 

Entenda uma coisa, mudanças e crises sempre irão acontecer e quanto mais você e o seu negócio estiverem preparados e atentos, melhor serão os resultados deste período. Estude, pesquise, entenda o público e o mercado, avalia as tendências, teste, erre, conserte, faça novamente, siga em frente… Você consegue!

 

Quer saber como preparar o seu negócio para otimizar o foco e ter melhores resultados? Me chama no whats.

 

Gostou desse artigo? Curta, compartilha com os amigos!

 

Te vejo na próxima semana.

 

Tais F. Gaspar de Araújo

Master Coach, Consultora e Treinadora

Empreenda Consultoria

 

 

 

Iniciar conversa
Entre em contato conosco
Olá,
como posso te ajudar?