Inovar para sobreviver

Quando falamos em inovação, a maioria das pessoas pensam em grandes tecnologias, robótica e afins… Claro que a tecnologia é grande aliada da inovação, mas nem só de tecnologia vive a inovação.

 

Acredite, inovar não é um bicho de sete cabeças.

 

 

Inovar é encontrar uma forma de fazer diferente, encontrar uma maneira de fazer mais rápido, mais barato, com menos recursos. É ter melhores resultados. Resumindo, inovação ou inovar é encontrar uma nova forma de resolver um problema, gerando benefício para muitas pessoas e que possa trazer algum tipo de valor para quem inova.

 

Quer exemplos???

  • Uma embalagem que se encaixa com as outras e facilita o transporte é um tipo de inovação logística.
  • Um alimento que não estraga depois de descongelar é uma inovação de produto.
  • Um serviço de lava-jato em que o prestador de serviço vai até a sua casa é um tipo de inovação de serviço.
  • Uma produção agrícola que deixa de usar tração animal e passa a usar tração mecânica também é um tipo de inovação de produção.

 

 

Perceba que esses exemplos são melhorias em produtos que já existem e facilitam a vida dos consumidores e das empresas. E todas essas pequenas melhorias geram valor para algum dos envolvidos. E tem mais, nada disso envolve grandes tecnologias.

 

Ampliando o olhar

woman, headscarf, exotic

Estamos vivendo um período ímpar na história e as pessoas e principalmente os negócios que não começarem a se analisar e ampliar o olhar para sua existência podem ser engolidos.

 

Quando nos dizem que existe oportunidade em tempos de crise, raramente dizem quais são e como você pode crescer através delas. Isso pode ser até um pouco frustrante, concorda?

choice, select, decide

Para que a sua empresa sobreviva ao momento atual e esteja preparada para outras possíveis crises e recessões que marquem a história da humanidade, é necessário não só planejar com antecedência, mas também reagir de forma estratégica.

 

Das várias formas de lidar com situações financeiras turbulentas, selecionei 7 estratégias de crescimento para sua empresa sobreviva aos tempos de crise. Adapte cada uma delas ao seu negócio e entenda como você pode tirar proveito do mercado, de seus concorrentes e da própria crise.

 

Existem algumas oportunidades de crescimento no meio da recessão, enquanto outras oportunidades só se tornarão visíveis no início da recuperação, graças às bases estabelecidas durante a crise. Mas para enxergá-las é preciso fazer uma análise interna do seu negócio e também do que acontece da porta para fora. Vamos ver quais são elas?

 

7 estratégias de crescimento

 

  1. Melhores Estoques

As empresas precisam observar cuidadosamente os estoques em tempos de crise, mas acredite, cortes demais podem prejudicar a participação de mercado. Não são apenas os supermercados que têm falta de carne, depois de terem falta de papel higiênico, mas a loja de artigos domésticos da cidade não tem o item que eu queria. Empresas com os produtos que os compradores desejam, conquistam clientes fiéis.

Um distribuidor de cosméticos, certa vez, me disse que havia ampliado seus negócios na última recessão. Isso é surpreendente, porque ele vende principalmente salões de beleza, um dos setores mais afetados. Ele teve o cuidado de manter os produtos em estoque, enquanto os concorrentes haviam reduzido seus estoques de forma exagerada. Quando os clientes não conseguiam resposta positiva para pedidos dos concorrentes, eles se voltavam para esta empresa.

 

  1. Produtos Diferentes

Em momentos de mudança, as empresas devem prestar muita atenção à forma como os diferentes produtos estão vendendo, considerar novas ofertas de preço e estar prontas para explorar as ofertas que ressoam com os clientes.

Precisamos entender o momento de compra do cliente, ele não deixa de comprar determinados produtos, mas pode trocar de marca ou procurar por ofertas tipo leve 3 e pague 2.

Na recuperação, será hora de começar a pensar em “bacon extra, queijo extra”. Quando finalmente temos dinheiro no bolso e a capacidade de comer fora, quem não gostaria de bacon e queijo a mais? Estabelecer as bases para obter ganhos na recuperação significa ser rápido para ajustar as ofertas e promoções de produtos, para refletir as demandas variáveis dos clientes.

Mais do que nunca, é preciso o olhar atento e a observação do que é o valor percebido pelo cliente

 

  1. Compra de Equipamentos

Não, eu não estou louca… Mas pense o seguinte, varias empresas de diversos ramos estão fechando as portas e tendo que se desfazer, a preços muito baixos de seus equipamentos. Isso pode parecer mesquinho, mas é a realidade. Se você precisa trocar seu forno por um melhor e tem alguma reserva para isso, a hora pode ser agora.

Uma empresa com visões de melhores equipamentos – sejam computadores, caminhões ou máquinas de fabricação – deve procurar equipamentos de última geração, pouco usados, provenientes de empresas que estão diminuindo o tamanho ou fechando seus negócios.

 

  1. Adquirir Concorrentes

A lógica aqui é a mesma anterior. Esse seria um momento louco para comprar um restaurante? Alguém, em algum lugar, possui cinco restaurantes hoje e tem sido bem-sucedido em operá-los, construindo capital nos últimos anos. Outro dono do restaurante esgotou seus fundos e a casa da família está em risco por causa de suas contas mensais como aluguel, luz e água. O dono de restaurante bem planejado pode comprar o concorrente mal estruturado por uma bagatela. No entanto, seria necessário cuidado com uma aquisição fora da experiência de alguém.

Veja bem, não estou dizendo para você sair por aí comprando concorrentes, mas estou dizendo que pode ser o momento de ampliar o seu negócio ao encontrar uma oportunidade. Mas para isso, você antes, precisa estar preparado.

 

  1. Atualizar imóveis

Se você tem seu negócio localizado em uma área mais afastada do centro comercial, pode ser a hora de encontrar boas opções com preços mais acessíveis a sua realidade.

Por outro lado, se seu negócio não estar bem financeiramente e você está com dificuldade em honrar seus custos fixos, também pode ser a hora de procurar um outro local que te garanta custos mais baixos.

 

  1. Contratar Talentos

Coma crise, o desemprego afeta todos os níveis e diversos perfis de cargos e funções.

Quando você tem uma boa descrição detalhada de que tipo de profissional você precisa para alavancar o seu negócio, chegou a hora de encontrá-lo sem ter que brigar com concorrentes ou ter que barganhar muito.

 

  1. Melhorar atendimento

Infelizmente, em algumas empresas, o atendimento ao cliente é uma grande dor, tanto para os clientes, quanto para a própria empresa. Um bom atendimento ao cliente faz toda a diferença entre mais vendas e menos vendas.

 

Se um cliente estiver pensando em devolver um produto porque ele não parece funcionar, um bom atendimento ao cliente pode evitar a necessidade de pagar um reembolso. Uma reputação de ótimo serviço também ajudará quando os clientes estiverem particularmente cansados de empresas que cortaram funcionários. Os custos geralmente precisam ser reduzidos em uma crise, mas os gerentes de sucesso monitoram de perto as necessidades de atendimento ao cliente, bem como o desempenho de seus concorrentes.

 

Essas ideias podem não ser aplicadas a alguns tipos de negócio em particular, mas uma boa equipe de gerenciamento pode debater sobre estratégias de crescimento adequadas à cada situação. As empresas que prosperarem no próximo ano não terão simplesmente sorte; eles terão procurado por oportunidades e trabalhado para executar bem o que é preciso.

 

Que tipo de inovação você pode implantar no seu negócio para sobreviver a crise?

 

Quer saber como implantar a Gestão da Inovação no seu negócio? Me chama no whats.

 

Gostou desse artigo? Curta, compartilha com os amigos!

 

Te vejo na próxima semana.

 

Tais F. Gaspar de Araújo

Master Coach, Consultora e Treinadora

Empreenda Consultoria

 

 

 

Iniciar conversa
Entre em contato conosco
Olá,
como posso te ajudar?